X


Holanda terá conjunto habitacional impresso em 3D

04/07/2018 | Conteúdo

Holanda terá conjunto habitacional impresso em 3D

 

casas.jpg (90 KB)

 

Desenvolvedores dizem que o projeto vai cortar custos e danos ambientais e oferecem uma solução para a falta de pedreiros

 

A cidade holandesa de Eindhoven será a primeira no mundo a possuir casas feitas por uma impressora 3D. Seus apoiadores acreditam que o fato revolucionará a indústria da construção.

Das cinco primeiras casas a serem colocadas em aluguel, a menor, com dois quartos, já atraiu aplicações de 20 famílias interessadas em apenas uma semana após as imagens serem disponibilizadas.

Conhecido como Project Milestone (Em português: Projeto Marco Histórico), o desenvolvimento feito pela companhia de construção Van Wijnen oferece uma solução para a falta de pedreiros especializados na Holanda.

O método também irá cortar gastos e danos ambientais ao reduzir a quantidade de cimento utilizado, disse Rudy van Gurp, um gerente na firma que está trabalhando em colaboração do projeto com a Universidade de Tecnologia de Eindhoven.

A Universidade de Tecnologia de Eindhoven é uma das pioneiras em impressão 3D utilizando concreto. No último ano, a cidade de Gemert abriu a primeira ponte de ciclismo feita por impressão 3D, feita pela universidade.

A impressora 3D a ser utilizada é essencialmente um braço robótico gigante responsável pela dispersão de uma argamassa fluída.

O concreto é “impresso” de acordo com o projeto do arquiteto, adicionando camada por camada para criar paredes e aumentar sua resistência.

As cinco casas – sendo construídas consecutivamente em um campo no distrito de Meerhoven, perto do aeroporto de Eindhoven – serão concluídas por volta da metade de 2019. Eles serão alugados pela empresa de estado Vetesda.

Todas as casas possuirão fundações construídas utilizando os métodos convencionais.